Jung Ilhoon, do BTOB, é condenado a dois anos de prisão por compra e uso de maconha

Jung Ilhoon

Jung Ilhoon, ex-BTOB, é condenado a dois anos de prisão por compra e consumo de maconha

O universo do K-Pop está sofrendo com mais uma notícia triste envolvendo um idol querido do público. No dia 10 de junho de 2021, o ex-BTOB, Jung Ilhoon, foi condenado a dois anos de prisão e a pagar uma multa de quase R$600 mil reais por uso indevido de maconha. Após sua saída do grupo, em 2020, deixando os Melodys – nome do fandom – completamente chocados, o sul-coreano enfrentou um julgamento e acabou admitindo que fez a compra de aproximadamente 826 gramas da droga e fez uso da erva entre 2016 e 2019.

Na Coreia, o consumo de drogas é proibido e o assunto é extremamente perigoso, principalmente para idols, que sofrem a pressão de manterem suas carreiras livres de polêmicas e escândalos. Ilhoon fez uma declaração e se mostrou envergonhado com tudo: Eu refleti sobre minha vida até agora enquanto passava por este incidente. Embora seja irrevogável, vou manter e lembrar a dor e a compreensão que ganhei com este incidente e viver sem me sentir envergonhado”, disse.

Fãs lamentam prisão de Ilhoon nas redes sociais

Com tudo isso acontecendo, é claro que os fãs do cantor iriam lamentar tudo o que rolou, mas também existe quem esteja indignado com o tratamento que Ilhoon sofreu, já que casos com crimes mais pesados, como assédio sexual, abuso físico e mental e chantagem, são tratados de forma diferente pelas leis do país. 

Muitos usuários do Twitter postaram mensagens mostrando sua insatisfação com o desfecho da polêmica, citando até mesmo o caso do Seungri, do BIGBANG, investigado por supostamente fazer parte de um esquema de prostituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *