Pessoas com asma estão no grupo de risco do COVID-19

A asma sozinha já representa a necessidade de cuidados. Agora, nesses tempos de coronavírus os cuidados com a asma devem se redobrar, pois aqueles que sofrem com suas crises estão mais suscetíveis aos ataques da nova doença, o COVID-19. Desta forma, nunca é demais repetir que todos os esforços no sentido de se prevenir contra os efeitos da asma devem ser colocados em prática. Só no Brasil, estima-se que 20 milhões de pessoas sofram com a asma. Sozinha, a asma já pode representar risco de morte, infelizmente. Com o advento do coronavírus esses riscos provavelmente vão se potencializar.

qualidade do ar que se respira é importante para todos, principalmente para os portadores de asma. É exatamente no ar onde estão os elementos desencadeadores da asma, os agentes alérgenos. Controlar a qualidade do ar implica principalmente manter sob controle os índices de umidade. O excesso de umidade é a principal causa da proliferação de microrganismos como fungos que dão origem ao bolor e ao mofo e também aos ácaros.

A asma é uma das principais doenças respiratórias e que, em muitos casos acaba levando a morte do paciente. Apesar de todo o quadro sombrio que ela descreve não é contagiosa. Ataca as vias aéreas respiratórias, ou seja, os tubos que fazem a circulação de ar pelos pulmões. Nos momentos de crise, os brônquios acabam ficando obstruídos e há grande dificuldade de respiração.

Outros sintomas caracterizam a asma, como aperto e chiado no peito, tosse e excesso de secreção, aflora a dificuldade de realizar exercícios físicos. Também caracteriza a asma, o fato de que nela é mais difícil a expiração, que a inspiração, ou seja, é mais difícil eliminar o ar (colocar para fora).

Desencadeiam a asma alérgica alguns elementos denominados gatilhos, sendo que os principais são:

  • Fungos – microrganismos que se reproduzem em ambientes úmidos, dando origem ao bolor e o mofo. A ação do mofo principalmente é altamente destruidora. Eles degeneram todo material orgânico com os quais se deparam.
  • Ácaros – presentes em roupas de cama, colchões, travesseiros, cortinas, tapetes e muitos outros, os ácaros provocam a inflamação dos brônquios. A exemplo dos fungos, beneficiam-se da umidade.
  • Pelos de animais – quem tem asma sabe o quanto o pelo dos animais é prejudicial a sua condição. O que muitos não sabem é que também são prejudiciais a descamação da pele, urina e outras secreções.
  • Fumaça de cigarros – a fumaça do cigarro é prejudicial a todas as doenças respiratórias, e com a asma não é diferente. Basta que o asmático esteja na presença de alguém fumando para sofrer os efeitos da fumaça.
  • Pólen – o pólen é também altamente prejudicial aos portadores da asma. Por isso, a época das floradas apresenta grandes dificuldades.

Uma arma poderosa no combate à alta umidade que dá origem ao surgimento de microrganismos, como fungos e ácaros, é o desumidificador de ar que equilibra a umidade.

Desidrat da Thermomatic mantém a umidade entre 50% e 60%, conforme recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde. Essa medida beneficia não somente a saúde, como evita também perdas materiais. Através de seu sistema de filtragem, o Desidrat elimina as impurezas, devolvendo ao ambiente um ar muito mais saudável.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*