Resenha do livro “O Carisma de Adolf Hitler”

A pergunta que paira na mente de muitos: como Hitler conseguiu atrair tantos para si? Como ele pode fazer tantas atrocidades com o apoio de grande parte do povo alemão? Essas e outras perguntas são respondidas no livro do pesquisador e produtor Laurence Rees”O Carisma de Hitler”. O Autor descreve em seu livro observações e conclusões que vinham depois de muitos anos de estudo sobre o nazismo e a Segunda Guerra. Seus livros se tornaram série de TV na BBC, onde ele faz parte do departamento de história do canal.

Hitler tinha algo que o destacava entre outros políticos, era o seu carisma e a arte da boa comunicação. Vamos entender a teoria de Laurence Rees: na primeira guerra Hitler morava e serviu o exército alemão, apesar de ser austríaco, ele amava a Alemanha e morreria por ela. Após a Primeira Guerra Mundial, ele se aproximou da política do país e vivenciou a miséria que o povo vivia devido aos outros países da Tríplice Aliança: Itália e Império Austro Ungaro tirarem suas culpas jogando todo castigo e consequência para Alemanha que ficou destroçada. Hitler se indignou ao ver aqueles que ele considerava seu povo sofrer e passar fome. Neste momento ele começou a espalhar suas teorias e revoltas sobre aqueles que ele chamava ser os responsáveis por todo mal que os alemães viviam. 

 

Ele nunca foi cogitado para ser o cabeça da política alemã pelos partidos existentes ali, no entanto, Adolf ganhou espaço e poder perante o povo conforme falava o que sentia e como queria resolver. Os cidadãos que ali viviam ao ver toda a dor e ódio com que Hitler expunha seus sentimentos começaram a ouvi-lo e segui-lo, porque viam nele uma voz, um sentido e uma solução para o que viviam. A partir dali ele foi assumindo os cargos de autoridade até que deu o golpe de estado em Munique e se tornou o Feber, criando o Partido Nazista, totalitário. Segundo Laurence, foi a identificação do povo com os sentimentos genuínos de dor e raiva que levou Adolf Hitler ao poder. Ele permaneceu intacto e genuinamente verdadeiro  perante os alemães por muitos anos, porque ele disfarçava suas atrocidades, criando uma aura quase santa a seu povo que acreditava que ele só fazia o que era melhor para eles. No entanto os maiores horrores de Hitler vinheram para fora depois que ele asumiu seu poder, ele ficou conhecido por inícia a Segunda Guerra Mundial, por perseguir e matar judeus, pessoas com deficiencia e negros. Ele acreditava em uma superioridade de sua raça: alemã pura e genuína. Já próximo de sua morte até mesmo aqueles que estavam ao lado dele no início de seu governo já desejavam sua morte, porque viam o quão cego e perigoso ele havia se tornado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *