Essencialismo – Descubra como ter mais foco

“O essencialista não faz mais coisas em menos tempo, ele faz somente as coisas certas”-Greg Mckeown

O Livro  Essencialismo de Greg Mckeown, trata sobre um assunto muito marcante no dia a dia de todos. Hoje, o mundo é movido pelo senso comum “estar ocupado o tempo todo faz de você alguém produtivo”. Não importa o que você está fazendo, mas faça, mesmo que isso não acrescente nada em sua vida, nem seja significativo. Isso leva a pessoa a um estágio de  estafa mental e física até que chega o momento que ela entra em um colapso nervoso e um sentimento de vazio. 

“Só quando nos permitimos parar de tentar fazer tudo e deixar de dizer sim a todos é que conseguimos oferecer nossa contribuição máxima aquilo que que realmente importa”

 – Greg Mckeown

Quem deve decidir onde concentrar o seu tempo e energia é você. Caso não faça, outros o farão por você. Todas as vezes que cumprimos algo um para o outro por puro receio de dizer não ou  mesmo por causa da  síndrome da mulher maravilha ,”consigo fazer tudo”, você abre mão  do controle de seu dia e passa a ser um cumpridor de tarefas. Lamento informar, mas o maior culpado de tudo isso é você que não colocou limites e estabeleceu prioridades. 

Para ter uma vida boa, feliz e tranquila você deve equilibrar, mesmo que seja difícil, vida profissional e pessoal. Elimine as coisas que são desperdício de  tempo. O autor sustenta sua narrativa em cima de três pilares: reduzir, simplificar e manter o foco no objetivo. Ele te convida a esse estilo de vida e desafia, se você quer se tornar um essencialista terá que aprender a palavra mágica “não”. 

 

Trabalhe sua mente, se algo não faz parte de seu objetivo e se não há possibilidade, não se sinta mal. Cabe aqui deixar claro que cada pessoa tem objetivos diferentes em sua vida. Se sua meta é desenvolver os relacionamentos  com pessoas que significam muito para você, talvez aquele convite do primo para passar o fim de semana em família não será ruim. A vida se torna simples depois que entendemos a complexidade das relações. 

“A Sabedoria da vida consiste em eliminar o que não é essencial” – Lin Yutang

 

Greg deixa bem claro a diferença entre o essencialista e o não essencialista:  Quem é guiado pelo o que é essencial; pensa menos porém melhor, faz a busca disciplinada por menos e obtém um vida leve que tem significado.  Já o esbanjador pensa para todos, faz a busca indisciplinada por mais e obtém uma vida que não satisfaz. 

Não se desanime se você chegou até aqui e descobriu ser uma pessoa não essencialista, McKeown deixou em seu livro alguns passos para te ajudar:

  1. (Escolha) estabeleça suas prioridades,
  2. (Discernir) saber definir o que faz ou não parte do que você almeja,
  3. (Perder para ganhar) saiba que não poderá ter tudo. Terá que dizer não a algo,
  4. (Escapar) facilite sua vida criando estratégias que faça a seleção natural do que cabe ou não dentro do seu objetivo,
  5. (Olhar) Mantenha seus olhos no que você está aguardando ao eliminar atividades vazias e sem significado para você. Dessa forma se manterá motivado.

Ter a oportunidade de seguir seus dias tendo prazer e consciência que todas as atitudes fazem parte  de um sentido maior que está diretamente ligado a você  não tem preço. Hoje muitos estão se perdendo por não priorizarem a si mesmos. O autor não faz apelo para o individualismo, mas te ensina a respeitar a si próprio em suas escolhas. Estar disponível a todos o dia inteiro quando bem desejarem não é saudável. 

Greg Mckeown está entre os mais populares colunistas de Harvard. Ele é criador do curso “projetando a vida essencialmente” na Universidade Stanford, além de palestrar sobre a importância de viver e de liderar como um essencialista. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *