Documentário traz os sacrifícios para colocar o carnaval na avenida

“30 Dias – Um Carnaval entre a alegria e a desilusão”, de Valmir Moratelli, mostra a corrida da escola de samba Alegria da Zona Sul para concluir a preparação do seu desfile de 2019 em meio à crise financeira e à falta de barracão.

Está sendo exibido no Canal Prime Box, esporadicamente, o documentário “30 Dias – Um Carnaval entre a alegria e a desilusão”, dirigido por Valmir Moratelli, que conta a saga da Alegria da Zona Sul, escola de samba que tem como base os morros do Pavão Pavãozinho e Cantagalo, em produzir seu desfile para o carnaval da Série A em 2019, tendo apenas um mês para colocar na avenida.

A agremiação teve apenas esse período para preparar o desfile sobre a história da Umbanda em função do corte de verbas aplicado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, sem ter dinheiro para comprar o material e pagar os funcionários, e também pela falta de um espaço próprio, um barracão para poder construir os carros alegóricos e confeccionar as fantasias com dignidade. Nesse cenário inóspito, inseguro, debaixo de sol forte ou de chuva, o documentário mostra como os integrantes da escola enfrentam esse desafio com muita alegria (fazendo jus ao nome da agremiação), garra e muito amor ao pavilhão. Apesar desse sentimento, o documentário critica o desmonte da cultura popular na cidade do Rio praticado desde 2017, critica também a intolerância religiosa, o racismo, e outros assuntos relacionados ao carnaval.

O documentário traz o depoimento desses profissionais, também os depoimentos do carnavalesco da época, Marco Antônio Falleiros, do Presidente da época, Marcos Vinicíus Moreira, do jornalista, Fábio Fabato, entre outras participações.

Se você se interessou em assistir o filme de Moratelli, ele terá mais cinco exibições no Canal Prime nas próximas datas:

  • 22 de Setembro, às 06h45;
  • 30 de Setembro, às 18h45;
  • 09 de Outubro, às 0h;
  • 24 de Outubro, às 22h;
  • 31 de Outubro, às 06h43.

Vale lembrar que no carnaval de 2019, a Alegria da Zona Sul ainda precisou enfrentar uma chuva constante durante sua passagem na Marquês de Sapucaí. Nesse ano, a agremiação foi rebaixada para a Série B por apenas um décimo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*