O adeus da Juju.

Morreu na quarta-feira (21), a repórter e radialista Juçara Carioca, a Juju fofoqueira do Show do Antonio Carlos da Super Rádio Tupi, vitima de um Câncer Pulmonar.

Juçara Ferreira Carioca, nasceu no dia 30 de Maio de 1956 e deixa uma filha e um neto.

Afastada do programa por conta da pandemia, Juju fazia suas participações na programação através de uma linha telefônica instalada pela Tupi em sua casa. Com o agravamento do seu estado de saúde, por conta do Câncer, em Agosto ela foi substituída por Ana Paula Portuguesa na apresentação do quadro no programa.

Juçara Carioca iniciou sua carreira em 1976 na rádio Tupi, ainda localizada na Av. Venezuela, no Centro do Rio. Segundo o radialista Ricardo Campello, ela dizia ter começado no rádio como “Macaca de auditório”. Durante um programa conversando com o jornalista Jorge Luiz Santos, revelou ser estudante de Comunicação e que por ter gostado de sua voz a convidou para um teste, sendo aprovada pelo Alberto Curi como estagiária no programa do Paulo Barboza. Devido ao seu empenho e talento, foi logo efetivada.

A nossa “fofoqueira” das manhãs surgiu no rádio como repórter policial e se transformou na personagem mais amada do Brasil após o grande radialista Antônio Carlos, com quem trabalhou por quase 30 anos numa carreira de 40 como repórter, convidá-la pra fazer fofocas.

Uma das matérias mais marcantes em sua carreira, foi quando ficou nas ruas como mendiga por uma semana, vivendo entendendo quem e como eles vivem, pro Programa do Paulo Lopes.

Jussara Carioca estava internada no hospital Samaritano em Botafogo e o seu sepultamento foi nesta sexta-feira (23), às 10 horas da manhã, no cemitério do Cacuia, na Ilha do Governador, bairro onde também morava.

Pessoa simples não só no rádio, a nossa Juju deixará saudades entre os fãs, colegas de trabalho e familiares.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*