Nova pesquisa Datafolha aponta vantagem para Eduardo Paes em relação aos outros candidatos

Foto da internet

O Instituto Datafolha divulgou, na última quinta-feira (22), nova pesquisa com a intenção de votos dos cariocas para as eleições municipais que irão acontecer no próximo dia 15 de novembro, em que aponta a liderança de Eduardo Paes (DEM), com 28%, seguido pelos empatados Marcelo Crivella (Republicanos) e Martha Rocha (PDT), ambos com 13% e Benedita da Silva (PT), com 10%. Em seguida aparecem Renata Souza (PSOL), com 5%, Luiz Lima (PSL), com 4%, Bandeira de Mello (Rede), com 3%. Com 1% estão os candidatos Cyro Garcia (PSTU), Clarissa Garotinho (Pros), Fred Luz (Novo) e Glória Heloiza (PSC). 17% dos eleitores votariam em branco, anulariam ou simplesmente não votariam. Já os que não sabem ou não quiseram responder corresponde a 3%. Paulo Messina (MDB) e Sued Haidar (PMB) tiveram menos de 1%, enquanto o candidato Henrique Simonard (PCO) não foi citado.

Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 8 de outubro, observa-se o seguinte:

Eduardo Paes foi de 30% para 28%

Crivella foi de 14% para 13%

Martha Rocha foi de 10% para 13%

Benedita da Silva foi de 8% para 10%

Renata Souza foi de 3% para 5%

Luiz Lima foi de 1% para 4%

Bandeira de Mello se manteve com 3%

Cyro Garcia foi de 2% para 1%

Clarissa Garotinho se manteve com 1%

Fred Luz se manteve com 1%

Glória Heloiza foi de 0% para 1%

Paulo Messina foi de 1% para 0%

Suêd Haidar se manteve com 0%

Henrique Simonard tinha 0% e não foi citado na segunda pesquisa

Os indecisos se mantiveram em 3%, e os brancos ou nulos foram de 22% para 17%.

A pesquisa avaliou também o índice de rejeição dos candidatos junto ao eleitor. No quesito, Crivella é o líder, com 58%. Eduardo Paes tem a segunda maior rejeição, com 32%, seguido por Clarissa Garotinho (31%), Benedita da Silva (27%), Cyro Garcia (15%), Luiz Lima (11%), Paulo Messina (10%), Bandeira de Mello e Fred Luz (9%), Renata Souza, Suêde Haidar e Glória Heloiza (8%), Henrique Simonard e Martha Rocha (7%). Dos eleitores escutados, 6% rejeita a todos e não votaria em nenhum; não sabem ou não responderam corresponde a 2%, enquanto 1% respondeu que poderia votar em qualquer um dos candidatos.

Em um provável segundo turno entre Paes e Crivella, a vitória seria do ex-prefeito, que teria 52% contra 22% do atual gestor da cidade. Em um cenário entre Eduardo Paes e Benedita da Silva o primeiro receberia 48% dos votos, enquanto Benedita, 30%. Já se a disputa fosse entre Martha Rocha e Eduardo Paes a candidata do PDT leva vantagem, com 45% de intenção de votos, contra 41% para o candidato do Partido dos Democratas.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo Jornal Folha de São Paulo e registrada na Justiça Eleitoral sob o número RJ-08627/2020.

Por João Marcelo Barbosa

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*